Supremo discute candidatura avulsa

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou nesta segunda-feira (09), que irá liberar já no primeiro semestre de 2020, a votação do processo que poderá resultar na liberação da candidatura a um partido político, a chamada candidatura avulsa. 

Barroso presidiu uma audiência pública para debater o assunto. Além disso, ele é relator do recurso de duas pessoas que tentaram se candidatar a prefeito e a vice do Rio de Janeiro em 2016, mas foram barrados pela Justiça Eleitoral por não terem partido. Caso a decisão do Supremo seja favorável, afetará todos os processos em que pessoas sem filiação partidária desejem concorrer nas próximas eleições. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *