Brasil é representado por Salles na COP 25

Começou nesta segunda-feira (02), em Madrid, a COP 25. O evento que inicialmente aconteceria no Brasil, foi cancelado em dezembro de 2018, pelo então presidente eleito Jair Bolsonaro, que não comparecerá à reunião dos chefes de Estado que abre o evento. Apesar de acontecer em Madrid, a presidência do evento é do Chile, que precisou alterar o local da realização do evento devido a instabilidade política no país sul-americano. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é o representante do Brasil nesta etapa da Conferência das  Partes, órgão supremo da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima. Além de ter cancelado o evento e não está sendo representado pela maior autoridade do país, o Brasil  chegou a COP 25, com uma imagem um pouco desgastada devido à sucessão de problemas ambientais e sem perspectivas de cumprimento das metas. Salles tentará captar recursos dos países em desenvolvimento para combater a destruição da Amazônia.

 O objetivo da COP 25 é regulamentar o Acordo de Paris, assinado em 2015 e que começa a ser implementado em 2020. A reunião acontece em caráter de emergência, especialmente após a divulgação na semana passada do relatório da ONU Meio Ambiente sobre uma chance de 66% de limitar o aquecimento global em 1,5ºC em relação aos níveis pré-industriais, sendo assim preciso reduzir  as emissões de gás carbônico em 7,6% ao ano, até 2030. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *