Saque imediato tira dinheiro do FGTS por até 6 meses

O trabalhador que não desejar realizar o saque imediato de até R$ 500 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), precisa informar à Caixa Econômica Federal e solicitar a devolução do dinheiro ao fundo, já que enquanto estiver disponível para saque o dinheiro perde a correção do período. 

A Caixa está realizando o débito automaticamente e irá manter o saldo disponível em conta para saque, até o dia 30 de abril de 202. Nos casos em que o trabalhador solicitar o dinheiro de volta (o chamado desfazimento), o banco levará até 60 dias para fazer o crédito no FGTS. Ao solicitar o deferimento, o trabalhador não terá acesso ao dinheiro por dois meses. Assim, não poderá usá-lo em casos de financiamento imobiliário, amortização de saldo devedor em contrato imobiliário ou seja demitido. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *