Duas batalhas à espera de Eduardo Bolsonaro

O deputado Eduardo Bolsonaro (SP), líder do PSL na Câmara, enfrentará dois processo administrativos na próxima semana: o Comitê de Ética da Casa e na própria legenda. O parlamentar poderá ser suspenso, junto com outros 13 colegas de partido, durante o período de um ano, como foi solicitado pela Executiva Nacional do PSL. De acordo com a cúpula do partido, o grupo de parlamentares violou as regras internas ao questionar a transparência da legenda e a conduta do presidente da sigla, Luciano Bivar. 

Já na Comissão de Ética da Câmara, o deputado responde por ter declarado que o AI-5 seria uma solução em casos de suposta radicalização da esquerda, e por ter compartilhado uma hashtag comparando a deputada Joice Hasselmann à personagem Peppa Pig. O deputado poderá sofrer censura verbal ou escrita, suspensão de prerrogativas regimentais, suspensão temporária ou até a perda do exercício do mandato. A cassação terá que ser aprovada em plenário com maioria absoluta, ou seja, 267 deputados favoráveis. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *