Relator vota contra em processo do Sítio de Atibaia

Nesta quarta-feira (27), o  desembargador João Pedro Gebran Neto, relator no Tribunal Regional Federal da 4ª Região no processo sobre o Sítio de Atibaia, votou contra a anulação da sentença que condena o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses de prisão.

O julgamento de hoje é crucial para Lula, já que a Corte irá decidir se anula a sentença dada pela juíza Gabriela Hardt,  ou condena o petista. No total, o ex-presidente possui 9 ações penais contra ele, sob responsabilidade das Justiças do Paraná, São Paulo e Brasília.  Sem levar em consideração a ação do triplex, pela qual o presidente passou 580 dias preso, o processo do Sítio de Atibaia é a mais adiantada, o que representa uma ameaça à Lula de um possível retorno a cadeira, já que o Congresso Nacional está articulando a regulamentação da prisão após segunda instância. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *