BC poderá intervir sempre que necessário

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, declarou que o órgão monetário irá intervir no mercado de câmbio sempre que necessário para atenuar algum movimento fora do normal. O caso é que o BC precisou realizar dois leilões do dólar na última terça-feira (26), após a moeda atingir o valor de R$ 4,27, na máxima da sessão. Essa disparada no valor do câmbio foi atribuído às declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, que afirmou na última segunda (25), não está preocupado com a alta do dólar e que os brasileiros deverão se acostumar com a moeda cara durante um tempo. 

Durante a sua participação no seminário Correio Debate: Desafios 2020 –   o Brasil que nos aguarda, Campos Neto explicou que “a política monetária se faz com juros, o câmbio é flutuante. As intervenções que temos feito são para atenuar movimentos fora do normal. Como o câmbio descolou muito hoje (terça, 26), fizemos duas intervenções. Não são movimentos de longo prazo, mas sempre que for necessário atenuar a volatilidade, vamos intervir.” 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *