Ministério Público pede investigação sobre fundo para TV e cinema

O Ministério Público de Contas entregou nesta segunda-feira (25), uma representação perante o Tribunal de Contas da União, solicitando a investigação da possível má gestão do Fundo Setorial do Audiovisual durante o governo Jair Bolsonaro. Os recursos do fundo são destinados aos projetos de TV e cinema no país. 

O pedido de investigação foi baseado em uma matéria da Folha de S. Paulo, publicada na última sexta (22), que afirma que aproximadamente 800 projetos estão em risco, devido a não aprovação do Plano Anual de Investimentos (PAI), responsável por auxiliar na programação das ações estimuladas pelo fundo do audiovisual. Com o fundo, R$ 724 milhões seriam injetados no setor. 

De acordo com o subprocurador Lucas Rocha Furtado, com a  falta de aprovação do documento, centenas de produções culturais estão com recursos paralisados, podendo causar “asfixia” econômica ao setor. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *