STF nega pedido e mantém julgamento

O pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para o adiamento do julgamento do Sítio de Atibaia foi negado pelo desembargador Leopoldo de Arruda Raposo, convocado para atuar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mantendo assim o julgamento para a próxima quarta-feira (27). A Corte deverá apurar se o caso do ex-presidente pode entrar no entendimento sobre alegações finais de delatores e delatados. A defesa de Lula alega que na prática  a ação limitou o direito de defesa. 

O julgamento estava previsto para ser realizado em outubro, porém uma liminar obtida pela defesa de Lula suspendeu a sessão, que foi remarcada para o próximo dia 27. Na pauta dos desembargadores estão o pedido de defesa de Lula e o mérito da apelação criminal do petista.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *