Decisão da juíza sobre Sítio de Atibaia é anulada por plágio

A juíza Gabriela Hardt teve a sentença sobre a condenação de Lula no caso do sítio em Atibaia, anulada pelos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF), em Porto Alegre. O grupo pontuou que a deliberação da Juíza trata-se de uma cópia do Ministério Público e por isso a magistrada não teria desenvolvido uma conclusão própria.

De acordo com o desembargador Leandro Paulsen “A sentença apropriou-se ipsis litteris dos fundamentos das alegações finais do Ministério Público Federal, sem fazer qualquer referência de que os estava adotando como razões de decidir, trazendo como se fossem seus os argumentos, o que não se pode admitir”. Além disso,a  outra irregularidade apontada diz respeito ao grampo telefônico do conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *